Entrevista ao Dr. Francisco Louçã

Área dedicada à apresentação e ao debate das entrevistas concedidas ao monarquicos.com

Moderador: Beladona

Berquó
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 14
Registado: 22 de dezembro de 2007 às 17h57
Localização: Lisboa

Mensagem por Berquó »

Só para retirar um "e" no principio e pôr um "que" a seguir a "soberania"





Muito obrigado

Avatar do Utilizador
iznoguud
Regente
Regente
Mensagens: 2768
Registado: 23 de abril de 2007 às 09h40

Mensagem por iznoguud »

Berquó Escreveu:Só para retirar um "e" no principio e pôr um "que" a seguir a "soberania"...
Já "corrigi", mas peço que seja reverificado o texto de modo a que se certifique que eu não tenha cometido nenhum erro...

Um abraço,

IzNoGuud

Berquó
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 14
Registado: 22 de dezembro de 2007 às 17h57
Localização: Lisboa

Mensagem por Berquó »

Caro Paulo Especial


Muito obrigado pela amabilidade. Creio que o "e" que me referia está no segundo parágrafo, primeira frase, a seguir à palavra " monarquia".



Um abraço e Bom Ano


Berquó

Avatar do Utilizador
iznoguud
Regente
Regente
Mensagens: 2768
Registado: 23 de abril de 2007 às 09h40

Mensagem por iznoguud »

Berquó Escreveu:...Creio que o "e" que me referia está no segundo parágrafo, primeira frase, a seguir à palavra " monarquia"...
UPS... devidamente rectificado :) uma vez mais peço que seja confirmado o texto :)

IzNoGuud

nau
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 418
Registado: 28 de setembro de 2007 às 13h46

Entrevista Francisco Louçã

Mensagem por nau »

Re.: Entrevista Francisco Louçã


1. Os três últimos apontamentos saciaram a curiosiade que tinha manifestado pela entrevista de Francisco Louçã. Abro aqui um parêntesis para lembrar que a palavra “curiosa” utilizada no meu anterior comentário tinha a acepção , comum na gíria portuguesa, de parteira não diplomada.
2. IzNoguud veio, célere, defender a sua dama (obviamente que me refiro à entrevista!) e confirmou aquilo que já suspeitara – a extensão do questionário procurava motivar respostas mais substanciais, mas o entrevistado, contrafeito, limitara-se à sua expressão mais simples, aplicadamente encerrando a porta.
3. Pedro Reis, com a sua franqueza habitual, desnudou a atitude preconceituosa do entrevistado (mormente preocupado em passar a imagem de homem de grande abertura de espírito) quase que o desculpando ao afirmar, em estilo de desabafo, ser o preconceito um sentimento comum dos mortais – não será Louçã um imortal da política portuguesa?
4. Miguel Berquó, com uma argumentação exemplar a que já nos habituara nas suas cuidadas intervenções, sublinha a atitude gratuita do entrevistador às práticas de antanho que, pela sua extemporaneidade, já timidamente e sem a propriedade do mestre, aflorara no meu anterior apontamento.
5. Como asserção do que foi dito pelos referidos intervenientes neste debate, passo a narrar o episódio em que, por força das circunstâncias, tomei parte, ocorrido durante uma acidental e apressada deslocação a Lisboa, aproveitada para visitar a sede do Bloco de Esquerda
6. Aqui há alguns anos, tomei conhecimento que um antigo colega meu (do qual perdera, acidentalmente, o contacto) colaborava, com alguma regularidade, nas actividades do Bloco de Esquerda e, numa das minhas passagens pela Capital, tentei (com sucesso) restabelecer os laços, inadvertidamente, rotos.
7. Enquanto a informação pretendida era apurada, procurei mostrar interesse pelo movimento em questão sugerindo que me fosse explicada a diferença entre este e o PS o que provocou uma onda de indignação por não me ter apercebido que, embora os princípios sejam os mesmos, o estilo é completamente diferente. Enfim, não é apenas preconceito, mas também estilo.

Arnaldo (Nau)

Avatar do Utilizador
Anjo de Sangue Azul
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 51
Registado: 23 de abril de 2007 às 17h09

Mensagem por Anjo de Sangue Azul »

Recebi de fonte anónima esta foto, que presumivelmente foi tirada imediatamente antes desta grande entrevista:

Imagem

P.S. O indivíduo da direita não é o entrevistador! :lol:
Pie Jesu Domine, dona eis requiem.
Feliz aquele que pegar teus filhos e esmagá-los contra a pedra. (Salmos 137:9)

Responder