Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
D. Nuno da Camara Pereira
D. Nuno da Camara Pereira D. Nuno da Camara Pereira
2008.01.31 22:35h
Entrevista ao Sr. Deputado e Presidente do PPM, D. Nuno da Camara Pereira, sobre o seu livro hoje mesmo apresentado: "O Usurpador"
Imprimir Imprimir este artigo • Texto : Pequeno Normal Grande
Fechar
Enviar artigo por email
Indique o endereço de e-mail para o qual deseja enviar uma mensagem contendo um link para este artigo:

Porquê agora este livro?

O livro é sempre um projecto pessoal, intimo e de consciência. Esteve para sair, já diversas vezes, contudo só agora por diversas razões foi possível….o fado!

Como explica esta sua mudança da defesa de D. Duarte Pio para de D. Pedro Folque, Duque de Loulé?

O facto de constatar, a incapacidade do primeiro, a disponibilidade do segundo após o falecimento do Pai …e nunca antes haver afirmado reconhecer os direitos dinásticos de D. Duarte Pio de Bragança, embora com ele, e muitos mais monárquicos, haver trabalhado pela “causa”.
Amigos, amigos, negócios aparte.

Na apresentação do seu livro, diz-se associado a polémicas...

“Polémico” é toda a atitude que vá contra a maré, contrariando o vulgar, opondo-se à opinião única e consentida. E já foram muitas as mudanças provocadas pela razão, pela justiça e pela verdade.

Tenciona causar polémica com este seu livro?

Apenas pretendo repor a verdade histórica e reclamar o direito de um monárquico liberal, em nome dos Reis constitucionais que tanto sofreram pela nova ordem social e politica, emanada da revolução francesa; bem como às mãos desses manhosos miguelistas, que sempre lhes atentaram no poder.

E o direito congénito de qualquer monarca, prendendo-se com a responsabilidade histórica, não lhe é reservado o direito de se ligar inadvertidamente a qualquer pessoa de qualquer maneira…essa a substancial diferença para a Republica.

O decoro, a moral e o respeito assim ditou.

Os documentos expostos em "O Usurpador", constituindo provas factuais. Poderão eventualmente vir a ser interpretados pelos seus leitores de formas alternativas à expostas no seu livro. Como encara essa possibilidade?

O leitor é soberano no seu entendimento…mas a verdade é só uma, e muita mentira já foi desmascarada, e muita sonegação da verdade histórica já foi contrariada.

Que resultados a nível institucional e de opinião pública espera vir a obter com "O Usurpador"?

Conseguir que o Partido popular monárquico possa vir a ser o cerne de uma corrente social, renovada e responsável, de forma a poder ser uma verdadeira alternativa democrática e assumida no quadro politico-constitucional actual.

Trazer ao seu seio, quadros e gente de bem, que possam entender que se pode ser monárquico e trabalhar em república para o bem-estar de todos os portugueses.

Levou cerca de 3 anos a concluir o presente livro. Essa demora deveu-se a que factos?

Factos de toda a ordem. Sevícias morais, pressões politicas, combates institucionais, incertezas, amarguras, amores, desencantos, estudo, medos e tempo. Combater arquétipos desta dimensão, não é coisa fácil…há que reflectir muito, muito mesmo.

Para concluir: Terminado este livro, que planos tem para o futuro relativamente à sua actividade no meio monárquico?

Sou o Presidente do único partido monárquico (PPM) e com um historial, enorme. Sempre mal tratado pelos anteriores responsáveis, que não só o abandonaram à sua sorte, como até administrativamente o deixaram social, financeira e patrimonialmente de rastos.

Até eu chegar à presidência o D. Duarte Pio de Bragança, dele se referia não só com desdém, como até aconselhava a não acompanha-lo eleitoralmente…

Enfrentei-o, e não o admitindo, o feitiço voltou-se contra o feiticeiro.

Miguel M. Costa
Comentar Comentar
  Anónimo
log-in? | registar
Restam 1200 caracteres
Comentários Comentários (28)
2010 08.11.2010 02:15:58
Uma coisa tenho a certeza, hoje, que é a de se fazer justiça e de se destituir o usurpador de todos os títulos reais de que possui pois Não lhe pertencem verdadeiramente e espero que realmente se faça justiça neste campo. Muitos parabéns pelo excelente trabalho preconizado pelo Dr. Nuno da Câmara Pereira que através do seu livro deu a conhecer aos portugueses essa Verdade Monárquica. A verdade e a dignidade surgem sempre mesmo que tardem.
Anónimo 08.09.2008 17:15:00
Não percebo muito de história nem de outras ciências que tais mas tenho a certeza que aquilo que o O Usurpador conta é verdade pelo simples facto de ser Nuno da Cãmara Pereira a escrevê-lo, homem de causas e inúmeras virtudes. Um abraço a todos. R.F.
Anónimo 31.07.2008 23:32:36
Complexos. Morre de complexos. Ó amigo, Cante o fado que é a unica coisa que faz bem. O resto é um verdadeiro desatre. Mau maçon. Mau deputado. Mau escritor. Mau historiador. Não seja tão pretencioso. A verdadeira nobreza é por definição despretencio
Anónimo 12.06.2008 10:58:48
Polémica é pouco... um maçon assumir-se monárquico e andar a oferecer apoios onde os aceitam é muito feio, inconsistente e inconsciente. Devia ter juiizinho que já tem idade para isso. Ou quer apenas publicidade para a vida artística?
Anónimo 19.05.2008 03:48:30
Viva D. Nuno D. Duarte (O Usurpador), devia deixar Portugal, porque os descendentes de D. Miguel estão proibidos de pisar solo naciona. D. Antonio, visconde de Mirandela
Anónimo 13.05.2008 08:59:08
O tal livro teve a sorte que merecia - morreu logo a nascenca!... Viva o Duque de Bragaca! Ze de Guimaraes
Anónimo 09.05.2008 07:44:42
Tanta opiniao e tanta asneira!... Comecando pelo ja defunto livro...
Anónimo 31.03.2008 22:38:33
sempre à boa moda da RAL
Anónimo 31.03.2008 21:29:12
Sempre mal tratado pelos anteriores responsáveis, que não só o abandonaram à sua sorte, como até administrativamente o deixaram social, financeira e patrimonialmente de rastos , tal como na RAL, que giboías !
Anónimo 23.03.2008 19:57:33
Tanta polémica leva a que ninguém leve a sério uma possível monarquia. No coração do povo já está eleito SAR D.Duarte. Deixem as coisas neste pé...D.Pedro apareceu agora,,. por obra e graça...quase 30 anos volvidos depois do 25 de Abril ...
Anónimo 13.03.2008 17:08:25
D.NUNO desde quando?
Anónimo 11.03.2008 16:40:15
Caros monarquicos, sem querer lançar mais uma confusão, se querem apoiar um sucessor directo, parace-me que o mais directo, são os descendentes de D. Pedro no Brasil, pois são os unicos descendentes directos da casa de Bragança e do seu primogénito.
Anónimo 28.02.2008 12:12:06
Dom ? O Conselho de Nobreza não o reconheceu ! O Don Algodon é mais Dom que esse senhor !
Anónimo 25.02.2008 19:02:17
D.Rosário de Poidimani tem em Nuno da Câmara Pereira um aliado importante. Dada a ausência de D.Rosário em Itália, sabendo-se que o Duque de Loulé pouco conta nestas coisas, D.Duarte caminha para o fim pelo que se vê, então só podem ser aliados na Ca
Anónimo 24.02.2008 01:40:34
A única sucessora directa da coroa portuguesa foi D. Maria Pia de Saxónia Coburgo Bragança, filha do Rei D. Carlos I de Portugal com D. Maria Amélia Laredo e Murca e consequentemente irmã do Rei D. Manuel II.
Anónimo 21.02.2008 03:37:47
Gostava de saber, porque é que, das várias linhas que descendem da Infanta Dona Ana de Jesus Maria, só aparece a Casa Loulé e a parte da Casa Belmonte que interessa ao autor. Faltam as linhas Azanbuja, Funchal e Linhares
Anónimo 20.02.2008 13:04:50
Vamos deixar-nos de ideias tristes e infundadas. O D. Duarte que fique onde está e que continue a representar o que representa. E que o D. Nuno da Câmara esqueça de uma vez por todas as suas pretensões ao trono. Por amor de Deus.
doiseme 19.02.2008 01:16:53
A primeira pergunta que qualquer investigador policial faz, quando se lhe depara um caso, é: A quem aproveita o crime?
Anónimo 18.02.2008 23:15:56
Mas desde quando é que esse carroceiro do fadista é D.? Não tem direito a D., nem brazão, nem costados. O avô ou o pai dele sabem quem era? Era o Pereira das maçãs de Cascais. Um merceeiro!
Anónimo 16.02.2008 17:49:05
Quanto ao D. Nuno , para mim, é mais um que se move pelo protagonismo pessoal, do que por um verdadeiro sentimento patriótico! Merecem-me mais respeito outros monárquicos... os de reflexão/acção e não tanto os de ficção!
Anónimo 16.02.2008 17:45:51
Seria muito mais útil a todos aqueles que se designam como monárquicos, concentrarem-se no combate político contra a república, do que nas questões de sucessão no trono...! Ou será que o País e o seu futuro, é uma questão menor?
Anónimo 10.02.2008 09:23:35
Este livro é importante. Tem documentação que nos indica as iniciativas miguelistas para impor o seu rei e como os monárquicos foram enganados por Salazar. E mostra a grandeza de D. Manuel II, o Rei Patriota.
Anónimo 03.02.2008 18:20:57
LOL Que palhaçada
Anónimo 31.01.2008 23:34:44
Não é Dr, mas Eng. Quanto ao livro recebi hoje....Bombástico e o Zé Tomáz que andou sempre a gozar papou mais um Sapo esta noite.
Anónimo 31.01.2008 23:06:30
A Biblioteca Real da Ajuda estava cheia e a rebentar pelas costuras. Porque será?
Anónimo 31.01.2008 23:05:43
D.Duarte tem a palavra. Aguaradamos.
Anónimo 31.01.2008 23:05:08
Viva o PPM. Viva a Monarquia. Viva Portugal.
Anónimo 31.01.2008 23:04:14
D.Nuno da Câmara Pereira merece o nosso respeito pelo seu estoicismo, capacidade e uma homenagem especial. A verdade que andava por aí, está a esboroar-se com lágrimas enormes. Fômos enganados, já não temos dúvidas. O USURPADOR será demolido.